sexta-feira, 29 de maio de 2009

Samba no pampa

Vumos reunir os blogs e sites sambísticos do sul?

Bom, vou começar pelo que tem na firma.

Uma turma liderada pelo Claudio Brito e seu filho Vinicius, e com um time de colaboradores que inclui a Alice Mendes, mantém por lá o heróico


que, contra a indiferença do grande público, resiste o ano inteiro, com muita atualização, e com uma quantidade de comentários que confirma a relevância entre o público a que se destina.

***

Hoje (quando eu escrevi isso, segunda-feira), em uma agradável surpresa, topei com o


tocado por quatro moças, quase tão pretas quanto a Migrante da Lomba, que "dão sua humilde contribuição pra não deixar o samba morrer". Que não morram Ariela Dedigo, Cláudia Flores, Cristiane Marçal e Liziane Cordeiro.

Achei por lá um trechinho de um dos meus sambas-enredo favoritos: Aquarela Brasileira (Império Serrano - 1969), que, agora eu sei, foi composto por Silas de Oliveira, morto há 37 anos.

Irresistível:

Vejam esta maravilha de cenário
é um episódio relicário
que o artista num sonho genial
escolheu para este carnaval


E o asfalto como passarela
Será a tela
De um Brasil em forma de aquarela




***

Presidente Javé Pagão, por favor, contaí o que há para os bons sujeitos dessa internet.

Nenhum comentário: